foto_evento_Sao_Francisco_Xavier,_produç

(Janeiro - dezembro 2015)

O projeto Cine Sem Teto foi realizado em Heliópolis, JD São Savério, JD.Celeste (ZooSafari), tendo um profundo impacto na vida social da comunidade. O seu objetivo foi contribuir ao desenvolvimento local e cultural do bairro, oferecendo a comunidade cultura e entretenimento e ter um espaço para se reunir e discutir ideias. Através da projeção de filmes a céu aberto, o projeto pretendia se apropriar do espaço público através da arte. Resinificando o espaço público e seu uso, pretendia aumentar a coesão social, e que os moradores aumentassem seu sentimento de identidade como comunidade e como bairro, sua consciência e responsabilidade como cidadãos e se tornem sujeitos ativos do desenvolvimento local do bairro.

 

O nome (Cine Sem Teto) é uma alusão direta aos sem tetos, como uma forma de reivindicação de oferta cultural para à comunidade, faltava na época teto (salas de cinema e outros equipamentos culturais) que acolhessem e ofertem entretenimento, cultura e arte para os moradores do bairro.

 

Todos os filmes  projetados foram curtas e media metragens de universidades, cursos livres e profissionalizantes de cinema e audiovisual, coletivos, produtoras independentes, festivais e material audiovisual da própria comunidade e de outros projetos sociais, Cine Sem Teto também pretendia ser uma via para esses jovens diretores expor e projetar seus trabalhos para um público que não seja o acadêmico e que seus filmes circulem e mais pessoas tenha acesso a estes materiais.

foto_evento_Sao_Francisco_Xavier,_exibiç
Jd. Celesta montagem 4.jpg
foto anchietanum montagenm.jpg
Jd. Celesta montagem 2.jpg
Heliopolis_sessao_casada_com_curso_de_al
Heliopolis  2.jpg

 RESULTADOS

  • Foram realizadas um total de 83 eventos de cinema gratuito a céu aberto, divididos em 166 sessões que atingiram um público total de 6.665 pessoas. 75 de estes eventos (150 sessões, foram realizados em três locais de bairros da periferia da Zona Sul de São Paulo (CEU Heliópolis, CCCA Sacomã no Jardim São Saverio, e praça Sitio dos Paes no Jardim Celeste), atingindo uma média de público de 36 pessoas por sessão.

  • Foram realizados 6 eventos no Anchietanum (no bairro de Perdizes, em São Paulo), onde foi organizada a Mostra UQ de Cinema e 1 evento município de São Francisco Xavier – SP, na Mostra de Artes e Cultura São Francisco Xavier - MAC-SFX 2015.

  • Revitalizou os locais onde o projeto aconteceu e seu entorno, principalmente a praça Sitio dos Paes do Jardim Celeste, onde antes de cada sessão era recolhido o lixo.

  • Divulgou 210 filmes produzidos por jovens brasileiros estudantes das escolas de cinema, em concreto Academia Internacional de Cinema (AIC) e Escola de Cinema e Vídeo de Santo André - ELCV, assim como outros independentes que entraram em contato com o coordenador do projeto via e-mail o facebook, para projetar seus filmes.