DOCUMENTÁRIO

"Arpilleras, bordando a resistência"

argumento

Através de uma técnica de bordado conhecida como “arpillera”, originada na resistência à ditadura militar chilena, o documentário busca retratar a história de cinco mulheres das cinco regiões do Brasil que, apesar das singularidades geográficas, culturais e pessoais, carregam algo em comum: suas vidas foram brutalmente afetadas pela construção de barragens.

Apto.122 acompanhou a realização em todas as fases de construção do documentário (idealização, captação, produção e difusão) e foram pensadas a partir dos princípios de participação e "PRODUÇÃO POPULAR" junto com o Coletivo de Mulheres do MAB.

Muito além da arrecadação dos recursos para começar a produção do documentário, a campanha do catarse ajudou a divulgar o projeto, o que tem criado as bases para pensar na própria campanha de lançamento do filme prevista para março de 2017.